quinta-feira, outubro 07, 2004

Abraço


canção
vai de pé por esses longes
diz à tristeza cansada
que não se deixe chorar
vai
gaivota da terra sangue
leva a voz do novo dia
que a noite vai libertar

canção
vai à morte e diz que viva
rasga o cenário já velho
fá-lo azul força de mar
vai
bandeira içada em poema
mãos em gesto de procura
corpo a querer-se entregar

canção
vai ao sonho abandonado
veste-o de sol e de vento
no rubro do despertar
vai
beijo a quebrar a distância
abraço a apertar a gente
desejo eterno de amar.
   

 (António Manuel Vieira da Silva)

4 Comments:

Blogger Tuna said...

Não há Filosofia, sem Profecia.
Não há Profecia, sem Poesia.
Onde estão gentes boas, está, por perto, a Poesia.
Gosto dos poemas que aqui pões...:)))

08 outubro, 2004 15:26  
Blogger Lia said...

Sem filosofias e, muito menos, sem profecias [ainda hei-de tirar o curso de Maya :)], concordo com a opinião sempre sábia do Mestre PQ (depois mando-te a factura, PQ): o teu bom gosto também é notório! E isto não é uma troca de galhardetes! Obrigada por gostares das minhas escassas contribuições.

08 outubro, 2004 18:04  
Blogger PQ said...

Tou a gostar... olarecas ( e... ainda ha quem se confunda com as laranjas hihihii ). Continuem com o bom gosto estético pq aqui o 'mestre' faz sempre escolhas de cólidade ( refiro-me a vocês).Já agora...muito passeia esta gente...e eu que nunca saí da minha aldeia, daí esta ingenuidade sempre transparecente.

08 outubro, 2004 18:23  
Blogger Lia said...

Eu digo-te as laranjas e as metáforas de índole política... agora gosto muito mais de maçãs...verdes ou vermelhas, tanto faz, lol.

Quanto à tua ingenuidade...está bem, pronto! LOL

08 outubro, 2004 18:48  

Enviar um comentário

<< Home

Outras Paragens

  • Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
  • Deco-Pro Teste
  • Inépcia
  • Poesia - As Tormentas
  • Portal do Cidadão
  • Vintage Blogs

  • Confissões de uma mulher de 30
  • Datas na História
  • É um mundo cão este das aparências
  • Hemoglobina Pura
  • Horas Negras
  • Oficina das Ideías
  • Papoilas Que Pingam Algodão Doce
  • Sistema de Blogs da Assembleia de República
  • Tasca da Cultura