quarta-feira, outubro 06, 2004


'Pensar é estar doente dos olhos' - Alberto Caeiro

2 Comments:

Blogger Lia said...

Por isso é que ele usava óculos, por pensar demasiado. Para além disso, era um fingidor!

06 outubro, 2004 20:56  
Blogger PQ said...

Pensar é estar doente dos olhos... e do fígado: Dezembro - No dia 2 é levado a enterrar o seu corpo. Ás onze horas o caixão saiu da capela do Cemitério dos Prazeres. Repousará no jazigo da sua avó (Rua 1, Direita, n.º 4371). Acompanhavam a procissão fúnebre amigos do poeta, entre os quais: Luís de Montalvor, António Ferro, Raul Leal, Alfredo Guisado, Almada Negreiros, João Gaspar Simões, António Botto e Carlos Queiroz. Representava a família o Capitão Caetano Dias. Junto do jazigo, Luís de Montalvor proferiu um breve elogio fúnebre, improvisado e sentido. A noticia necrológica da morte de Fernando Pessoa foi publicada no «Diário de Notícias» de 3/12/1935.

06 outubro, 2004 23:57  

Enviar um comentário

<< Home

Outras Paragens

  • Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
  • Deco-Pro Teste
  • Inépcia
  • Poesia - As Tormentas
  • Portal do Cidadão
  • Vintage Blogs

  • Confissões de uma mulher de 30
  • Datas na História
  • É um mundo cão este das aparências
  • Hemoglobina Pura
  • Horas Negras
  • Oficina das Ideías
  • Papoilas Que Pingam Algodão Doce
  • Sistema de Blogs da Assembleia de República
  • Tasca da Cultura